undefined
OZAN KOSE / AFP
Operação, no valor de US$ 5,2 bilhões, foi anunciada pelo Bradesco em agosto do ano passado

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira, por unanimidade, a compra do HSBC Brasil pelo Bradesco, mediante condições acordadas com as partes que incluem a restrição para que o Bradesco não faça novas aquisições de instituições financeiras no país pelos próximos 30 meses.

Além disso, o plenário do Cade manteve as recomendações de restrições apontadas anteriormente pela Superintendência-geral do órgão, que envolve medidas agrupadas em quatro eixos: comunicação e transparência, treinamentos dos servidores bancários, indicadores de qualidade dos serviços e compliance.

A operação entre Bradesco e HSBC Brasil foi anunciada em agosto do ano passado por US$ 5,2 bilhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários