Tamanho do texto

Einhorn alega que slogan é apenas uma brincadeira para reverter ordem judicial conseguida na justiça por concorrente

A fabricante alemã de preservativos Einhorn entrou em uma polêmica por afirmar que um pacote de sete de seus produtos "corresponde a um máximo de 21 orgasmos". A empresa, com sede em Berlim, pediu nesta terça-feira (27) no tribunal de Dusseldorf a derrubada da ordem judicial obtida pelo seu concorrente Fair Squared que a impede de usar a frase como propaganda.

Pacote de 7 produtos
Divulgação
Pacote de 7 produtos "promete" o alto número de 21 orgasmos ao consumidor

O grupo de advogados da Einhorn alega que o slogan é apenas uma piada, mas os juízes não se mostraram dispostos a voltar atrás da decisão tomada. A presidente do tribunal disse que a afirmação poderia dar margem a uma interpretação enganosa e levar os consumidores a utilizarem por diversas vezes os preservativos. "Por esta razão fizemos a proibição", sustentou.

A magistrada afirmou ainda que o preservativo é um produto médico e que sua utilização é destinada a uma "estrita necessidade única e individual". O tribunal anunciará sua decisão final no dia 26 de novembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.