Tamanho do texto

O negócio de origem portuguesa chegou ao Brasil há pouco mais de 4 anos e já é líder no segmento de franquias especializadas em limpeza profissional

Além de um reconhecido administrador e professor universitário português, o Dr. Cândido Mesquita foi um empreendedor visionário ao perceber o grande potencial do mercado de limpeza, já que havia pouca profissionalização no setor. Assim, Mesquita iniciou um trabalho de Pesquisa e Desenvolvimento de um Conceito de Limpeza Profissional Residencial, e criou a House Shine. 

O fundador lançou o negócio em Portugal em 2008 e logo conquistou o mercado, tornando-se líder na cidade do Porto. Em seguida, a marca tornou-se franquia e, em menos de dois anos, conquistou a liderança do mercado português. 

Lilian Esteves, diretora executiva da rede de franquias no Brasil
Divulgação
Lilian Esteves, diretora executiva da rede de franquias no Brasil

A House Shine chegou ao Brasil em 2012 com os mesmos critérios de qualidade e dinamismo. “Hoje somos 130 unidades em todo o país e em apenas quatro anos chegamos a liderança do mercado, na manutenção e limpeza pesada de residências e escritórios”, destacou a diretora executiva da rede de franquias no Brasil, Lilian Esteves, em entrevista ao programa Pra Frente Sempre, da TV IG .

Atualmente, a House Shine faz parte do Grupo NBrand, uma holding com 10 anos de mercado detentora de marcas líderes na área de serviços. O grupo foi vencedor dos prêmios “PME Excelência 2012” e “PME Excelência 2013”. 

Nada é por acaso

O sucesso da House Shine é um reconhecimento dos diferenciais da franquia. “As equipes são altamente treinadas no manuseio e utilização dos produtos e equipamentos. Todas as profissionais chegam às residências ou aos escritórios uniformizadas para prestar um serviço padronizado. O transporte, geralmente, é uma responsabilidade do franqueada, garantindo assim pontualidade”, contou ainda Lilian no programa.

O negócio conta também com uma central de atendimento, com três canais: telefone, e-mail e chat. Por meio do site, www.houseshine.com.br, o cliente usa uma dessas ferramentas para solicitar um pré-orçamento, tirar dúvidas ou agendar o serviço.

No endereço eletrônico, é possível também conhecer os serviços que a House Shine oferece: limpeza residencial, de condomínios e salas comerciais; limpeza pós-obra e pré-mudança; limpeza pós-eventos; entre outros. “O franqueado identifica as necessidades do cliente e, assim, atende de forma personalizada, no tempo que ele precisa”, enfatizou a diretora.

Um bom negócio

A House Shine é uma franquia de investimento baixo. Para abrir uma unidade, será necessário um capital entre 40 e 50 mil reais. Não é precisa ter um ponto, apenas um escritório de administração, o que reduz os custos.

Outra vantagem é o investimento em um negócio já testado e aprovado por milhares de pessoas, com uma equipe promovendo ações de marketing, nacionais e regionais, e de divulgações da marca e serviços nas redes sociais. Há ainda treinamento para os franqueados e capacitação constante para as profissionais de limpeza. “Além disso, em cerca de um ano de operação, o empreendedor já consegue recuperar o investimento; o lucro é de 25 a 30 por cento”, garantiu Lilian.

Crescimento profissional

Profissionais da limpeza da House Shine
Divulgação
Profissionais da limpeza da House Shine

A meta, segundo a diretora executiva, é expandir ainda mais, lançar novos produtos no mercado brasileiro e oferecer oportunidades de trabalho a milhões de diaristas.

Com a PEC das domésticas, muitas mulheres perderam sua fonte de renda, já que vários empregadores não conseguiriam arcar com as despesas trabalhistas. “A House Shine continua sendo uma boa alternativa para essas pessoas. Todas as nossas profissionais são colaboradoras dos franqueados e são contratadas pelo regime CLT. Elas também recebem capacitação constante, o que as tornam cada vez mais profissionais nos serviços prestados. Aqui, essas mulheres têm perspectiva de crescimento profissional e de vida, premissa que está no DNA do nosso negócio”, comemorou Lilian.

* Por Renata Ramos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.