Tamanho do texto

"Guerreiros não nascem prontos", de José Luiz Tejon, busca inspirar leitores a buscarem a melhora com exemplos famosos

O jornalista e publicitário José Luiz Tejon usa os exemplos das grandes lutas para inspirar os leitores em seu mais novo livro, Guerreiros não nascem prontos (Ed. Gente, 2016). Com 33 livros publicados, o autor do best-seller O voo do cisne usa histórias emocionantes de superação, e apresenta os seis métodos da estratégia dos guerreiros.

Divulgação
"Guerreiros não nascem prontos", de José Luiz Tejon

Em Guerreiros não nascem prontos, o leitor é apresentado a histórias inspiradoras, mostrando que o caminho para a realização não chega sem obstáculos. Histórias como a de José Mindlin, fundador da Metal Leve, e que foi membro do conselho do jornal O Estado de S. Paulo;  Shunji Nishimura, fundador da Jacto; Dr. Luiz Macedo, do Hospital Albert Einstein; o maestro João Carlos Martins, o artista plástico Ed Ribeiro, a história da pedagogia empreendedora na jornada do casal Rossania e Luiz, Carlinhos Brown, cantor e compositor, e muitos exemplos reais.

Além deles, o livro também menciona histórias de guerreiros inspiradores como Mahatma Gandhi, Nelson Mandela, Madre Teresa, Steve Jobs, Juscelino Kubitschek, Malala Yousafzai, e do físico prêmio Nobel 2010 André Geim. O prefácio é de Alexandre Costa, fundador da Cacau Show, e Madeleine Lacsko jornalista âncora da Rede Jovem Pan de Rádio.

O autor despertará o guerreiro que existe dentro do leitor, ajudando-o a fazer escolhas inteligentes, alinhadas com os valores da sua vida. Fundamental para a carreira, a profissão, o empreendedor, a educação de filhos, e a própria vida pessoal.

Especialmente para este livro Carlinhos Brown escreveu: “o dia virá, pode faltar a escola, mas não o interesse em aprender... o guerreiro brota a cada esquina, das necessidades urgentes supera o osso, supera a si... ao longo da jornada! “