Tamanho do texto

Caixa Econômica confirmou reajuste nos preços de todos os jogos; valores ainda não foram divulgados, mas passarão a valer a partir de 11 de novembro

placa loterias arrow-options
divulgação
Loterias são reajustadas anualmente e em 2019 o aumento estava atrasado, segundo o presidente da Caixa

A Caixa Econômica Federal recebeu, na última segunda-feira (14) autorização para reajustar os preços das loterias. As alíquotas dos novos valores ainda não foram divulgados, mas passarão a valer a partir do dia 11 de novembro de 2019.

Desde que o economista Pedro Guimarães assumiu a presidência da instituição, o banco estatal tentava emplacar o reajuste. Os  novos valores das loterias  impactam no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), definido pelo IBGE e utilizado para determinar o índice oficial de inflação no Brasil.

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 34 milhões; confira dezenas sorteadas

O presidente do banco chegou a afirmar durante uma audência pública na Câmara dos deputados, no início de outubro, que o pedido já havia sido feito. Segundo ele, no entanto, o Ministério da Economia ainda não tinha dado sua autorização.

Na última segunda-feira, porém, um vídeo de Pedro Guimarães afirmando que a autorização foi concedida passou a circular em grupos da internet.

"Quando tivemos reunião em julho, com o presidente da República, (Jair Bolsonaro), tínhamos seis pautas. Já realizamos cinco delas e hoje acabamos de realizar a sexta, que é a autorização para o reajuste, que estava atrasado , e mais do que isso autorização de ajuste anual", disse o presidente da Caixa.

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 30 milhões nesta segunda; veja agenda da semana

Segundo a Caixa, a divulgação o percentual de aumento será divulgado após a publicação de uma portaria. 


    Leia tudo sobre: Mega-sena