Pacote com cinco figurinhas deverá custar R$ 4, o dobro do valor de 2018
Reprodução
Pacote com cinco figurinhas deverá custar R$ 4, o dobro do valor de 2018

Pintar o rosto, vestir verde e amarelo, decorar casa e até a própria rua são tradições para entrar no clima da Copa do Mundo. Mas uma delas ficou mais pesada para os 'brasileirinhos': completar o álbum de figurinhas da Copa.

Comparando com 2006, o hobby vai ficar 567% mais caro em 2022: esta foi a valorização do pacote com cinco figurinhas desde o seu lançamento no Brasil, durante o evento sediado na Alemanha.

A revista para colecionadores que celebra a Copa do Catar de 2022 teve sua pré-venda anunciada nesta terça-feira e surpreendeu os internautas com preços mais altos. Neste ano, ela custa R$ 12, e cada pacote sai por R$ 4. 

Na última edição, em 2018, o conjunto com cinco adesivos saía pela metade do preço, R$ 2, e o álbum era R$ 4,10 mais barato - custava R$ 7,90.

O valor a ser gasto pelos colecionadores foi subindo ao longo dos anos. Na Copa sediada no Brasil, em 2014, o pacote custava R$ 1 e o álbum R$ 5,90. Em 2010, o conjunto de figurinhas saía por R$ 0,75 e o álbum a R$ 3,90 - mesmo valor de 2006, quando o pacote era R$ 0,60.

Na internet, o preço foi o assunto principal dos comentários sobre o álbum. Houve quem desejasse “boa sorte” àqueles que querem completar a coleção, e teve gente comentando que está disposto a gastar para cumprir o objetivo.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Um internauta comparou o valor a ser desembolsado com o álbum da Copa ao salário mínimo de cada ano. 

Juntando dinheiro 

Vinícius Christianes tem 27 anos, e tinha apenas 11 quando começou a colecionar os adesivos dos jogadores na Copa da Alemanha. Ele conta que deixou o hobby de lado por uns anos, mas retomou em 2018 - ano em que conseguiu completar o álbum, que gosta de exibir aos amigos com orgulho.

O valor mais alto das figurinhas, no entanto, não o assustou: ele já estava se preparando para a coleção desde o começo do ano, quando começou a juntar dinheiro à moda antiga, em um porquinho, com o objetivo de completar mais um álbum. Christianes estima que o cofrinho tenha entre R$ 200 e R$ 300 no momento.

"Mesmo começando a juntar cedo, sei que ainda tenho metade do que vou precisar. Não é o suficiente ainda, mas já adianta muito. Eu espero que valha a pena, primeiro porque pode ser o álbum do hexa, e segundo porque mesmo sendo um valor alto, é uma época única, só acontece de 4 em 4 anos. Eu amo futebol, e Copa nem se fala", conta o administrador, animado para o evento deste ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários