Auxílio-alimentação de servidores federais vai para R$ 900 em julho, afirma ministro da CGU
Marcelo Camargo/Agência Brasil - 30.03.2022
Auxílio-alimentação de servidores federais vai para R$ 900 em julho, afirma ministro da CGU

O ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, afirmou na última sexta-feira (24) que o reajuste do  auxílio-alimentação dos servidores federais vai passar de R$ 458 para R$ 900 a partir de julho, segundo fontes que acompanharam o evento.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

A informação foi apresentada durante evento de encerramento da Semana de Discussões do Plano Operacional para 2023. No encontro, Rosário teria afirmado que, dentro do governo, já tinham batido o martelo sobre o novo valor, de R$ 900. O valor estudado dentro do Ministério da Economia anteriormente seria entre R$ 600 e R$ 700, e o aumento beneficiaria os servidores com os menores salários.

A CGU informou que, por se tratar de uma reunião interna, as informações tratadas também são de caráter interno. O Ministério da Economia não quis se pronunciar.

Além disso, o ministro da CGU teria comentado sobre alterações no valor das diárias pagas a servidores federais quando precisam se deslocar a trabalho. Hoje, a quantia varia de acordo com a destinação e o cargo do servidor, mas a nova proposta, que também deve ser colocada em prática em julho, estuda definir o mínimo entre R$ 315 e R$ 399 — referentes, respectivamente, para cidades menores e para diárias em Brasília.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários