Servidores públicos estão em campanha pelo reajuste de salários
Jorge William / Agência O Globo
Servidores públicos estão em campanha pelo reajuste de salários

O secretário do Tesouro Nacional, Paulo Valle, afirmou nesta quarta-feira (29) que os servidores não terão aumento no vale-alimentação, proposta alternativa gestada pelo governo para substituir o reivindicado reajuste de remuneração dos servidores públicos federais.

"Já foi anunciado que não haverá aumento neste ano e também não haverá aumento do vale-alimentação. Já foi decidido no âmbito da Junta de Execução Orçamentária", disse.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Os servidores públicos federais estão em campanha há alguns meses por um reajuste pela inflação dos salários depois que o presidente Jair Bolsonaro prometeu um aumento apenas para as forças policiais.

Em abril, Bolsonaro chegou a decidir dar um aumento linear de 5% para todos os servidores. A proposta não foi bem aceita pelos servidores por ser bem abaixo da inflação acumulada dos últimos anos e o governo desistiu dessa medida.

Depois de confirmar que não daria mais aumentos, Bolsonaro passou a avaliar um reajuste no vale-alimentação, que hoje é de R$ 458 para funcionários do Executivo. Essa medida também enfrentava dificuldades por conta do prazo exíguo imposto pela janela das eleições.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários