Pedro Guimarães é acusado por assédio sexual contra funcionárias da Caixa
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Pedro Guimarães é acusado por assédio sexual contra funcionárias da Caixa

A Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) pediu o afastamento imediato do presidente do banco, Pedro Guimarães, após denúncias de assédio sexual contra funcionárias. Segundo a Fenae, as denúncias são gravíssimas e devem ser apuradas com urgência e rigor.

Guimarães foi denunciado por cinco mulheres que trabalharam diretamente com ele. As vítimas relataram toques inadequados, intimidação e até retaliações às denúncias feitas ao 'compliance'.

"A Fenae se solidariza e está à disposição de todas as trabalhadoras que fizeram a denúncia. Esse caso é estarrecedor e, por isso, Pedro Guimarães deve ser afastado", afirma Sérgio Takemoto, presidente da Fenae.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

A diretora de Políticas Sociais da Fenae, Rachel Weber, ressalta a coragem das vítimas em denunciar Guimarães e afirma a necessidade de acompanhar as investigações do caso.

"É extremamente importante a união de todas elas", afirma.

"Vemos a força desse caso que ganhou repercussão nacional e demanda a saída imediata de Pedro Guimarães da presidência da Caixa", completa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários