Mesmo após reajuste, preço dos combustíveis segue defasado
Reprodução: ACidade ON
Mesmo após reajuste, preço dos combustíveis segue defasado

Mesmo com o reajuste anunciado pela Petrobras, os preços da gasolina e do diesel ainda seguem defasados em relação ao mercado internacional.

De acordo com dados da Abicom, que reúne as importadoras, a defasagem na gasolina estava em R$ 0,57 por litro na abertura dos mercados nesta sexta-feira (17). Como a estatal reajustou o litro em R$ 0,20 por litro, a estatal ainda vende a gasolina cerca de R$ 0,37 mais barato que no exterior.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

No diesel, a defasagem, segundo a Abicom, estava em R$ 1,37. Agora, com o reajuste da estatal, a diferença fica em R$ 0,67 por litro.

Segundo fontes do setor, apesar do reajuste, os importadores ainda seguem com problemas de importação, uma vez que a Petrobras ainda segue com preços abaixo da paridade internacional.

Por isso, as importações têm sido concentradas entre as grandes distribuidoras. Segundo uma fonte, apesar do aumento, os riscos de desabastecimento, sobretudo, no diesel, seguem altos para o segundo semestre deste ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários