Trabalhadores temporários devem crescer 15% no 2º trimestre
MARCELLO CASAL JR./AGÊNCIA BRASIL
Trabalhadores temporários devem crescer 15% no 2º trimestre

A Associação Brasileira de Trabalho Temporário prevê que as contratações temporárias devem subir até 15% no 2º trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado quando foram abertas 552.609 vagas temporárias em todo país. Além disso, os prazos dos contratos devem ser mais longos, acima de 90 dias.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

"Esperamos abrir cerca de 635 mil vagas temporárias neste segundo trimestre. Além disso, em nosso radar, consta uma nova repetição do que aconteceu em 2020, com o terceiro trimestre puxando as contratações do ano, com destaque para os setores da Indústria, do Agronegócio e Serviços à pessoa física", avalia o presidente da Asserttem, Marcos de Abreu.

Ele acrescenta que o regime é uma oportunidade para os trabalhadores que estão desempregados e que buscam por uma efetivação, pois trata-se de um trabalho formal que lhes garante os direitos trabalhistas como 13º, férias e FGTS.

1º trimestre

Durante os meses de janeiro, fevereiro e março, o trabalho temporário gerou 774.660 vagas. Para a associação, a foma de contratação tem sido interessante para as empresas por conta da incerteza quanto ao tempo que será necessário manter a contratação; a emergência, porque é uma forma rápida e eficaz de contratar pessoal e assim não perder a oportunidade de atender as demandas do mercado; e a flexibilidade no prazo contratual.

Entenda as regras

O contrato de trabalho temporário é uma contratação utilizada para suprir uma necessidade temporária do empregador, sem que seja estabelecido um vínculo empregatício permanente. No modelo de contratação é necessária a presença de uma empresa intermediadora ou agenciadora que servirá como uma intermediária na contratação. Essa empresa colocará à disposição de outras empresas a mão de obra.

Os contratos de trabalho temporário possuem natureza transitória e prazos que não poderão exceder 180 dias, consecutivos ou não, com prorrogação de até 90 dias, também consecutivos ou não. Excedendo esse período, passa a valer o contrato de natureza indeterminada.

Veja dicas para conquistar o emprego fixo

  • Procure construir um relacionamento

É muito importante você buscar conhecer as pessoas que fazem parte de sua equipe, ou seja, aumentar ainda mais suas conexões, criar laços com pessoas que agregam em sua carreira. Saiba cultivar estes relacionamentos dentro do seu trabalho.

  • Tenha foco e demonstre interesse

Procure estar envolvido nas atividades, desempenhe da melhor forma o seu papel. Dê sempre o seu melhor, seja proativo, procure resolver as demandas que surgirem. Não se deixe levar por distrações durante o trabalho.

  • Se dedique

Se envolva com a cultura organizacional da empresa. Busque entender o funcionamento da empresa, os costumes, regras. A comunicação, como a empresa se relaciona com os clientes.

  • Apresente resultados

Quanto mais claro estiver para você a sua função, mais chances você terá de definir seus objetivos na empresa. Estabeleça sempre metas pessoais e profissionais.

  • Evite celular. Cuidado com as redes socais

Mesmo que esteja sem muito movimento ou trabalho, não fique "pendurado" no telefone conversando ou vendo redes sociais.

  • Cumpra prazos

Procure concluir suas tarefas no prazo determinado, sem postergar a entrega.

  • Fumar fora de hora

Evite sair fora do horário do intervalo para fumar, pois isso pode prejudicar a sua avaliação junto ao empregador.

  • Seja pontual e assíduo

Evite chegar atrasado no trabalho ou faltar muito e sem justificativa. Pontualidade e assiduidade fazem parte do perfil desejado pelas empresas.

  • Não critique seu antigo emprego

Evite falar mal dos seus empregadores anteriores. Lembre-se que você está sendo avaliado o tempo todo.

  • Cuide da aparência e postura

Não chegue ao trabalho com as roupas ou uniforme bagunçados, sujos ou amassados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários