Ministros de Relações Exteriores do G7 se reuniram neste sábado
Reprodução
Ministros de Relações Exteriores do G7 se reuniram neste sábado

Os ministros das Relações Exteriores do G7 prometeram neste sábado (14) que vão reforçar o isolamento econômico e político da Rússia. O grupo, que reúne as maiores economias mundiais, ainda afirmou que vai continuar fornecendo armas para a Ucrânia e trabalhando para conter a escassez mundial de alimentos causada pela guerra. As informações são da Reuters.

Reunidos na Alemanha, ministros da Grã-Bretanha, Canadá, Alemanha, França, Itália, Japão, Estados Unidos e União Europeia se comprometeram a continuar auxiliando a Ucrânia militarmente pelo "tempo que for necessário". 

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

Em comunicado, o G7 ainda insistiu para que a China interrompa qualquer tipo de ajuda à Rússia e tentativas de justificar a guerra.

O próximo passo para aumentar a pressão contra Moscou deve ser proibir gradualmente a compra de petróleo russo por estados membros de União Europeia. Um acordo deve ser estabelecido na próxima semana.

"Vamos acelerar nossos esforços para reduzir e acabar com a dependência do fornecimento de energia russo e o mais rápido possível, com base nos compromissos do G7 de eliminar ou proibir as importações de carvão e petróleo russos", disse o grupo, em comunicado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários