Presidente dos EUA, Joe Biden
Reprodução / Record News - 31.03.2022
Presidente dos EUA, Joe Biden

 Os Estados Unidos e seus aliados ocidentais vão anunciar nesta semana novas sanções econômicas contra a Rússia, informou o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, nesta segunda-feira (4).

Segundo o assessor, os países estão estudando possíveis medidas relacionadas à energia, apesar de ser uma situação delicada tendo em vista que os europeus são muito dependentes do gás russo.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

Para Sullivan, a situação vista em Bucha é "mais uma prova" dos crimes de guerra cometidos pela Rússia e é uma "trágica e chocante" atrocidade, mas "não surpreendente" No entanto, o americano ressaltou que os EUA não viram evidências que suportam as acusações ucranianas de genocídio por parte da Rússia.

Antes das declarações de Sullivan, o presidente americano, Joe Biden, já havia prometido aplicar novas sanções à Rússia e defendeu que Vladimir Putin seja julgado por crimes de guerra.

Desde o início da invasão russa à Ucrânia, em 24 de fevereiro, líderes ocidentais já aprovaram várias medidas contra Moscou, incluindo sanções financeiras.

De acordo com o conselheiro da Casa Branca, a nova fase da ofensiva no território ucraniano "pode levar dois meses ou mais".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários