Caixa abre linha de crédito especial para mulheres
Fenae
Caixa abre linha de crédito especial para mulheres

A Caixa anunciou, nesta terça-feira (8) que oferecerá linhas de crédito com taxas de juros mais baixas e descontos em produtos para mulheres durante o mês de março. O anúncio foi feito durante evento no Palácio do Planalto pelo presidente da instituição, Pedro Guimarães.

A linha GiroCAIXA Fampe, apoiado pelo Sebrae, oferecerá taxa de juros a partir de 1,63% ao mês, com prazo de 36 meses e até 12 meses de carência para microempreendedoras individuais (MEI) e microempresas e empresas de pequeno porte que tenham mulheres como sócias majoritárias.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

A linha de capital de giro Crédito Especial Empresa terá taxa a partir de 1,44% ao mês com prazo de 24 meses para pagamento. Essa taxa será válida durante todo o contrato se o financiamento for fechado neste mês de março.

De acordo com o presidente da Caixa, as taxas de crédito serão reduzidas quanto maior for o número de mulheres na diretoria das empresas.

"Temos reduções de Caixa para micro e pequenas empresas e MEIs de até 45%. Estamos reduzindo em até 45% as taxas para empresas onde as mulheres são as donas, ou, nas empresas médias, não só quando são as donas, mas quando são executivas. A Caixa vai meritocraticamente reduzir a taxas de crédito quanto maior o número de diretoras", disse.

No caso de grandes empresas com sócias majoritárias ou dirigentes mulheres, a Caixa oferece uma linha de crédito para investimentos com valor mínimo de R$ 100 mil, carência de 12 meses e prazo de pagamento de 60 meses com taxas a partir do CDI + 0,15% ao mês.

Leia Também

Para as empresárias no MEI Mulher que utilizam maquininhas, a Caixa anunciou isenção no aluguel para quem atingir o faturamento de R$ 100 mensais continuamente. Segundo a instituição, a isenção só era concedida para quem tivesse faturamento de R$ 1000.

No caso de micro e pequenas empresas com uma maioria de mulheres na sociedade, a isenção será para quem atingir o faturamento de R$ 10 mil mensais. De acordo com a Caixa, esse valor mínimo era de R$ 20 mil.

Outras medidas

Para mulheres que desejarem tomar crédito na pessoa física, a Caixa anunciou uma redução de até 0,08% na linha do Crédito Direto Caixa. São empréstimos de até R$ 50 mil com taxas a partir de 2,46% ao mês com até 72 meses para pagar.

No mesmo evento, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, assinaram um decreto que cria a Estratégia Nacional de Empreendedorismo Feminino – Brasil pra ELAS e o Comitê de Empreendedorismo Feminino.

Segundo o governo, o objetivo é estruturar uma política pública para estimular a liberdade econômica e individual da mulher. O Comitê está vinculado à Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, e deve propor e articular a implementação da estratégia nacional.

"Nosso foco é conectar, entender e desenvolver soluções", disse Daniella Marques, secretária especial de Produtividade, Emprego e Competitividade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários