Lula, Bolsonaro, Moro
Reprodução
Lula, Bolsonaro, Moro

O desempenho fraco da economia nos dois últimos anos da pandemia de Covid-19 preocupa os eleitores e deve definir os rumos das eleições deste ano. Assim como Saúde (24%), desemprego (14%), economia em geral (12%), fome e miséria (8%) e inflação (7%) estão entre as principais preocupações dos eleitores, segundo pesquisa do Instituto Datafolha. 

Isso significa que 40% dos brasileiros estão preocupados em sobreviver, seja da doença em si ou pela devastação econômica gerada por ela e pela má gestão da economia. 

O cenário favorece o ex-presidente Lula, que, segundo o PoderData, ganha no 1º turno entre quem ganha até dois salários mínimos. No Brasil, 2/3 da população ganha menos de três salários mínimos.

Seu principal adversário e candidato à reeleição, o ex-presidente Jair Bolsonaro já percebeu esse movimento do eleitorado e preparou uma série de medidas para melhorar a percepção econômica desse grupo, como o vale-gás e o Auxílio Brasil turbinado de R$ 400 até o fim do ano. 

Leia Também

O diretor do Datafolha, Mauro Paulino, disse à CNN Brasil que Lula enfrentará dificuldades para ganhar no primeiro turno, mas a lembrança positiva da inflação baixa e do crescimento econômico durante sua gestão serão lembrados na hora da escolha. 

“O ex-presidente vai sofrer muitos ataques dos adversários durante a campanha e dificilmente ganha no primeiro turno. Mas ele tem um recall muito positivo, daquele que colocava comida na mesa”, opinou.

Para isso precisa ocultar a ex-presidente Dilma Rousseff dos palanques, já que a petista também está viva na memória do eleitorado por sua gestão desastrosa da economia, levando o país a dois anos seguidos de recessão e inflação de dois dígitos. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários