Licenciamento de veículos em São Paulo deve começar em julho
Divulgação
Licenciamento de veículos em São Paulo deve começar em julho

O Departamento de Trânsito do Estado de São Paulo (Detran-SP) divulgou nesta quarta-feira (5) o novo calendário para licenciamento de veículos no estado. A partir deste ano, a atualização do documento começará em julho.

Segundo o órgão, a medida se fez necessária para adequar o pagamento do IPVA 2022, que poderá ser parcelado em até cinco vezes. Após a quitação do imposto, os motoristas deverão fazer o licenciamento para manterem o uso do veículo.

Com isso, donos de veículos com placa final 1 e 2 devem atualizar os dados em julho. Aqueles com final 0 deverão fazer o licenciamento apenas em dezembro.

"Nosso objetivo é reduzir os impactos econômicos causados pela pandemia e disponibilizar um prazo maior para que o proprietário do veículo possa realizar o licenciamento somente após efetuar o pagamento do IPVA", disse Neto Mascellani, diretor-presidente do Detran-SP, em nota.

Para caminhoneiros, o licenciamento passará a ser obrigatório em outubro para placas com os finais de 1 a 4. A atualização para a categoria também deverá se encerrar em dezembro.

Leia Também

Confira o calendário completo

Para veículos

  • Julho - Placas final 1 e 2
  • Agosto - Placas final 3 e 4
  • Setembro - Placas final 5 e 6
  • Outubro - Placas final 7 e 8
  • Novembro - Placa final 9
  • Dezembro - Placa final 0

Para caminhões

  • Outubro - Placas final 1, 2, 3 e 4
  • Novembro - Placas final 5, 6 e 7
  • Dezembro - Placas final 8, 9 e 0

Como pagar

O contribuinte deverá pagar R$ 144,86 pelo licenciamento obrigatório em 2022. O pagamento poderá ser feito por meio de agências bancárias, internet banking ou em postos do Poupatempo.

Os contribuintes podem optar pelo adiantamento do licenciamento após o pagamento do IPVA. Quem não atualizar o CRLV poderá ser multado em R$ 293,47 e receber sete pontos na carteira.

A consulta do documento pode ser feito pelo site do Detran. O motorista também deverá imprimir o documento em papel A4 ou inserir os dados do veículo na Carteira Digital, aplicativo que disponibiliza o CRLV do veículo e a CNH do motorista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários