Após seis anos, policiais civis, militares e bombeiros receberão abono de Natal no Rio de Janeiro
Fernanda Capelli
Após seis anos, policiais civis, militares e bombeiros receberão abono de Natal no Rio de Janeiro

O governo do estado do Rio de Janeiro confirmou o pagamento do abono de Natal a todos policiais militares, civis e bombeiros neste fim de ano. A medida do governador Cláudio Castro vai beneficiar cerca de 64.500 agentes, com um cartão no valor de R$ 500. Nesta segunda-feira (20), as Secretarias de Estado da Polícia Militar, Polícia Civil e Defesa Civil começaram a entregar os cartões.

"O abono de natal é uma forma de agradecer a todos os servidores da Segurança Pública e reconhecer o trabalho e a dedicação ao povo fluminense neste ano de 2021. É um benefício mais do que justo que só pode ser concedido graças ao esforço de gestão que fizemos desde que assumi o governo do estado", explicou Cláudio Castro.

Ao todo, serão cerca de 45 mil beneficiados pela Polícia Militar, totalizando um investimento de R$ 22 milhões. "Empregamos um grande efetivo de homens e mulheres nas ruas todos os dias, que trabalham duro, inclusive nos festejos de final de ano. É gratificante colaborar para que os policiais possam também festejar a passagem desse novo ciclo com mais dignidade junto a seus familiares", disse o secretário de Estado da Polícia Militar, coronel Luiz Henrique Marinho Pires.

A Polícia Civil destinou pouco mais de R$ 4 milhões na distribuição dos cartões para beneficiar 8.445 policiais e colaboradores.

Leia Também

"Em um ano em que conseguimos reverter a crise econômica e obter resultados expressivos na segurança pública, vamos disponibilizar um cartão de natal para que todos os policiais civis e suas famílias tenham um período de festas ainda mais próspero", disse o secretário de Estado de Polícia Civil, delegado Allan Turnowski.

A Secretaria de Estado de Defesa Civil vai distribuir cerca de 11 mil cartões, um benefício de R$ 6 milhões destinado à corporação. "Esta é uma oportunidade a mais de celebrar as festas de fim de ano em tempos tão difíceis, com mais conforto e dignidade para as famílias do Corpo de bombeiros do Rio de Janeiro", definiu o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

A Secretaria da Polícia Militar definiu um amplo esquema logístico para a distribuição dos cartões, com a participação de todas as unidades e do Quartel General. Na Polícia Civil, os agentes focais fazem a retirada na Cidade da Polícia e ficam responsáveis por fazer a entrega. No Corpo de Bombeiros, a Diretoria Geral de Finanças concentra o repasse ao representante de cada unidade, que entregará os cartões, bloqueados com senha, aos servidores da corporação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários