Ministério do Trabalho revisou os dados divulgados no ano passado
Jana Pêssoa/Setas
Ministério do Trabalho revisou os dados divulgados no ano passado

O saldo do emprego formal no Brasil em 2020 foi negativo, apontam os dados ajustados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta terça-feira pelo Ministério do Trabalho. No primeiro ano da pandemia, o país teve fechamento de 191.502 vagas.

Este número é fruto de 15.619.434 admissões e 15.810.936 desligamentos. As informações constam no painel do Caged.

Leia Também

Inicialmente, o governo divulgou, em janeiro deste ano, que o saldo de empregos em 2020 havia sido de 142.690 vagas, fruto de 15.166.221 admissões e de 15.023.531 desligamentos. Esse número já havia minguado.

De acordo com os ajustes feitos até setembro de 2021, foram geradas ao longo do ano passado 75.883 vagas de emprego formal, resultado de 15.437.117 admissões e 15.361.234 desligamentos, conforme o Painel de Informações do Novo Caged.

A metodologia do Caged mudou em 2020 e alguns especialistas apontavam o risco de subnotificação dos dados, especialmente para casos de empresas que teriam fechado as portas e não informado ao governo o número de demissões.

Esse processo pode ser feito em até 12 meses, que compõe a chamada série com ajustes. Foram essas novas inclusões, tanto no número de admissões quanto de demissões que resultaram nesse novo saldo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários