No ano, tarifa já subiu mais de 19%
Agência Brasil
No ano, tarifa já subiu mais de 19%

Com a escalada das tarifas de energia provocada pela maior crise hídrica dos últimos 91 anos, aumenta a busca por gestão do uso de energia por empresas, de bares e lojas a shoppings e indústrias.

Isso está ampliando um mercado novo de serviços para as empresas do setor elétrico além do abastecimento e da venda de equipamentos.

Grandes companhias e start-ups estão criando áreas dedicadas à gestão do consumo de energia para ajudar outras empresas a amenizar o impacto da conta de luz nos custos. Elas tiveram alta de até 40% na demanda este ano.

Leia Também

Algumas prometem reduzir contas em até 30% com tecnologia para identificar desperdícios e tarifas mais baratas, como as do mercado livre

O serviço é uma espécie de personal organizer energético, que envolve consultoria, aplicativos e sensores para encontrar formas de elevar a eficiência no uso da eletricidade e baixar a fatura.

As previsões indicam energia em alta até pelo menos 2025. Com maior geração térmica, que é mais cara, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) prevê alta de até 21,04% só em 2022.

Neste ano, a alta já chega a 19,13% na energia elétrica residencial. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários