Centrão teme efeitos de uma possível transparência no orçamento secreto
Fotos: Câmara dos Deputados/Montagem: iG Arte
Centrão teme efeitos de uma possível transparência no orçamento secreto

Líderes do Centrão temem os efeitos da possibilidade de o Supremo Tribunal Federal (STF) impor uma transparência no chamado "orçamento secreto" - como ficaram conhecidas as verbas destinadas às emendas de relator. A informação é do colunista do G1 , Gerson Camarotti. Atualmente, não há transparência na liberação dessas emendas.

O STF decide na próxima quarta-feira (10) se mantém ou não a decisão da ministra Rosa Weber em suspender a execução das emendas de relator no Orçamento . No mesmo dia, o Tribunal de Contas da União (TCU) deve julgar se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criou um orçamento secreto em troca de apoio parlamentar no Congresso Nacional .

O Centrão acredita que as revelações de quanto ganhou cada deputado com as emendas poderiam causar um atrito entre os parlamentares. “Como explicar que um deputado ganhou R$ 50 milhões em emendas e outro parlamentar do mesmo partido e do mesmo estado só recebeu R$ 5 milhões?”, questionou um parlamentar do Centrão ao G1. “Isso vai dar uma confusão danada”, completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários