Homem foi preso e será enquadrado nos crimes de estelionato e falsidade ideológica
Reprodução: iG Minas Gerais
Homem foi preso e será enquadrado nos crimes de estelionato e falsidade ideológica

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de falsificar documentos de um amigo para sacar R$ 28 mil de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de um amigo, em Frutal (MG). Segundo as investigações, o criminoso teria tentado sacar o valor duas vezes em uma agência bancária do Itaú da cidade.

De acordo com a polícia, a prisão foi possível após a suspeita dos funcionários do banco. O gerente teria encontrado inconsistências entre os dados fornecidos pelo suspeito e as informações do verdadeiro proprietário da conta.

Em depoimento, o homem admitiu que falsificou os documentos de um amigo que mora com ele para sacar o benefício. O suspeito também informou ter conseguido os documentos em São Paulo (SP).

Ele foi preso e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória da cidade. Os investigadores devem enquadrar o homem pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica. A Polícia Civil informou que agiliza as investigações e deverá ouvir outras testemunhas nos próximos dias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários