Modelo de transferência já supera TED e DOC
Janaína Dantas
Modelo de transferência já supera TED e DOC

O Banco Central divulgou nesta segunda-feira (18) o Relatório de Estabilidade Financeira (REF) do primeiro semestre de 2021, em um trecho, aponta que 99% das transações por Pix foram realizadas em até 0,6 segundo.

O REF afirma também que a disponibilidade do sistema manteve-se acima de 99% durante todo o primeiro semestre. O Pix já supera os formatos tradicionais de transferência como TED e DOC e movimentou R$ 1,6 trilhão em 2,4 bilhões de transações desde que foi implementado até agosto desse ano.

O Banco Central também alega que o Pix "vem crescendo como instrumento de pagamento imediato, seguro e conveniente". A instituição vem  adotando medidas para torna-lo ainda mais seguro.

O relatório divulgado hoje mostra os números do primeiro semestre, mostrando crescimento a cada mês nas movimentações. "O primeiro semestre de 2021 caracterizou-se pelo estágio inicial de crescimento exponencial de transações", diz o texto. Confira:

  • Janeiro - 170 milhões de transações (R$ 138 bilhões)
  • Fevereiro - 229 milhões de transações (R$ 170 bilhões)
  • Março - 328 milhões de transações (R$ 238 bilhões)
  • Abril - 411 milhões de transações (R$ 274 bilhões)
  • Maio - 543 milhões de transações (R$ 327 bilhões)
  • Junho - 626 milhões de transações (R$ 361 bilhões)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários