Guedes voltou a rebater previsões do FMI e diz que Brasil irá crescer pelo menos 3% em 2021
O Antagonista
Guedes voltou a rebater previsões do FMI e diz que Brasil irá crescer pelo menos 3% em 2021

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a rebater as previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil e disse acreditar que o país crescerá o dobro do esperado. A declaração foi dada em evento promovido pela Atlantic Council, em Washington.

Na quarta-feira (13), o FMI reduziu a precisão de crescimento do PIB brasileiro para 1,5%, redução de 0,4 ponto percentual se comparado ao último levantamento.

"O FMI vai errar de novo, eles continuam fazendo isso. O crescimento será de mais de 2% em 2022", disse Guedes.

Nos Estados Unidos para reuniões com o próprio FMI e Banco Mundial, Guedes afirmou que espera que o país cresça pelo menos 3% em 2021. O ministro exemplificou a recuperação econômica em "V" e ressaltou a agenda de reformas proposta pelo ministério.

Paulo Guedes ainda lembrou que o próprio FMI errou em suas expectativas sobre o Brasil em 2020. O fundo acreditava em recuo de 9,1% na economia do país, enquanto a queda foi de 4,1%.

O ministro ainda rebateu as previsões sobre 2022. Segundo Guedes o Brasil deve crescer mais de 2% do previsto pelo FMI.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários