Funcionário das Casas Bahia receberá indenização por ser chamado de
Marcelo Bittencourt/Futura Press
Funcionário das Casas Bahia receberá indenização por ser chamado de "magrelo"

Um montador de móveis da Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia e Ponto, receberá uma indenização de R$ 5 mil por ser ridicularizado ao ser chamado de "magrelo". 

A decisão unânime do Tribunal Superior do Trabalho entendeu que houve desrespeito à inviolabilidade psíquica do trabalhador contratado em 2001 para a loja Casas Bahia de Dourados (MS), informa a Folha de São Paulo. 

No processo, o montador alegou que era cobrado agressivamente com frases como: ‘e aí, magrelo, tá fraco, não vai dar conta do recado’.

O relator do caso, Maurício Godinho Delgado, afirmou que o tratamento atentou contra a dignidade e o bem-estar individual do funcionário.

Leia Também

Leia Também

A Via não comentou a decisão. “A Via reforça que repudia qualquer ato que viole seu Código de Conduta Ética, documento que visa garantir um ambiente de trabalho harmonioso e livre de qualquer situação desrespeitosa”, diz a empresa em nota enviada a Folha de São Paulo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários