Ao meio-dia, índice registrava queda de 2,70%
Fernanda Capelli
Ao meio-dia, índice registrava queda de 2,70%

O mercado financeiro não reagiu bem ao agravamento da crise institucional após as ameaças feitas pelo presidente Jair Bolsonaro durante discursos na capital Brasília e em São Paulo nesta terça-feira (7). 

Ao meio-dia, índice registrava queda de 2,70% escancarando o temor dos investidores com o que pode acontecer após as falas do presidente. 

O dólar, por sua vez, era negociada a R$ 5,2992, alta de 2,12%.

De olho nas reações

É esperado que Fux faça um pronunciamento para rebater os mais novos ataques do chefe do Executivo, no início da sessão do tribunal desta quarta-feira.

Você viu?

Nas últimas semanas Lira vinha dando declarações públicas para apaziguar os ânimos do mercado financeiro, ressaltando o respeito a responsabilidade fiscal durante a votação de pautas econômicas na Câmara.

E com o termo “impeachment” voltando a ganhar força ou mesmo sendo utilizado por quem não o defendia abertamente, como é o caso do PSDB, as atenções se voltaram ainda mais para Lira.

Para os analistas, o acirramento da tensão política visto nas últimas semanas ajudou a piorar a percepção de risco dos investidores e dificulta o andamento de reformas desejadas pelo mercado. A Bolsa acumula queda de 0,96% no ano e desde o pico, alcançado em junho, registra recuo de 9,87%.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários