Prefeitura de São Paulo pretende construir apartamentos de 12 metros quadrados para população em situação de rua
Divulgação
Prefeitura de São Paulo pretende construir apartamentos de 12 metros quadrados para população em situação de rua

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), encomendou à Secretaria Municipal de Habitação um novo programa de moradias populares. A proposta prevê a criação de apartamentos a partir de 12 metros quadrados – com cozinha, sala e banheiro – para abrigar parte da população em situação de rua. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

Ainda em fase de desenvolvimento, o projeto deve ser executado no Parque Dom Pedro, no centro da capital paulista. O terreno escolhido para receber o primeiro conjunto habitacional tem quase 6 mil metros quadrados, nos quais devem ser construídos cerca de 200 apartamentos divididos em seis blocos de três andares.

Além de oferecer um endereço para os desabrigados, o programa pretende reaproximá-los de suas famílias. Por isso, leva o nome de Vila Reencontro. O local, no entanto, poderá ser utilizado durante apenas um ano. Ainda não há estimativas de custos da obra ou prazo de lançamento.

Pessoas em situação de rua

Há 20 anos, cerca de 9 mil pessoas viviam nas ruas na cidade de São Paulo. No último Censo, realizado em 2019, esse número saltou para mais de 24 mil. Uma nova pesquisa deve ser realizada em outubro deste ano, e a estimativa aponta para um novo aumento, devido ao desemprego e à crise econômica, agravados pela pandemia de Covid-19.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários