Fazer um pé de meia, como se referiam nossos avós a uma poupança para o futuro ou para uma eventualidade, é muito mais fácil nos dias de hoje. É possível fazer investimentos de toda sorte, conservadores ou agressivos, negociar no câmbio, adquirir  criptomoedas e até mesmo se dedicar a apostas esportivas.  Para dar vazão a todos esses aportes, ou mesmo concentrar-se com propriedade em parte deles, é preciso contar com uma corretora confiável.

Atuar no mercado de ações demanda, entre outras coisas, boa assessoria de investimento
Fernanda Capelli
Atuar no mercado de ações demanda, entre outras coisas, boa assessoria de investimento

Em um mundo cada vez mais digital, não faltam opções de corretoras para balizar os interesses do investidor. Dos bancos, com taxas obscenas, a startups sem a calejada expertise na área, as dúvidas se proliferam entre aqueles propensos a se experimentar no universo dos investimentos. Sejam eles específicos ou casados (exemplos: criptomoeda + fundos imobiliários; câmbio + apostas esportivas, etc).

É necessário, então, fazer um filtro completo o suficiente para dirimir dúvidas eventuais e estruturais e nortear a escolha do investidor. Uma dica é a plataforma Forex , que reúne centenas de opções, com informações, detalhes e tabelamento de preços para orientar a escolha da melhor corretora para cada perfil de investidor .

Trata-se de um dispositivo bastante intuitivo e cujo único objetivo é a melhor instrução e o esclarecimento do usuário.

Por que usar uma corretora?

Além de dispor de uma vitrine completa de juros compostos (juros que incidem sobre o capital inicial, mas também sobre juros), é a via mais fácil e segura de obter acesso ao mercado de ações.

Você viu?

Você tem a possibilidade de aplicar em investimentos que, em tese, são direcionados apenas para grandes investidores, como os FICs, no Mercado Futuro e em ações.

Como vivemos tempos digitais, tudo isso ocorre sem sair de casa e por meio de plataformas dinâmicas disponibilizadas pelas operadoras .

O que buscar em uma corretora

  • Cadastro na CVM (Comissão de Valores Mobiliários)
  • Habilitação para operar no tesouro direto
  • Selo Cetip
  • Certificado da B3
  • Boa infraestrutura
  • Baixas taxas de corretagem
  • Qualidade no atendimento


É importante estar atento a outras cobranças possíveis por uma corretora, como taxa de custódia, taxas de TED e manutenção de conta na hora de definir com qual irá trabalhar.

Ponto importante

O portfólio da corretora é outro elemento a se prestar atenção. A relação custo-benefício só poderá ser precisamente mensurada a partir da análise dos fundos, aplicações e participações que a corretora dispõe, bem como modalidades de adesão, saque, etc. Outro ponto importante é a extensão da assessoria de investimento oferecida pela corretora, o que pode fazer toda a diferença no longo prazo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários