Já pensou em investir em um celular?
Unsplash/Mihai Moisa
Já pensou em investir em um celular?

Você já pensou em investir em iPhones? Não em ações da Apple -- em iPhones mesmo. Pode soar esquisito, mas é essa a ideia da Allugator Invest. Ela é uma plataforma da Allugator, empresa que oferece aluguel de aparelhos eletrônicos . Para comprar os produtos, a startup está procurando investidores e oferecendo rendimentos de até 18% ao ano.

No novo lote disponibilizado pela companhia, o mínimo para aplicar é de R$ 25 mil. As rentabilidades variam entre 11% e 18% ao ano, com pagamentos mensais ou tudo de uma vez no final. Os prazos variam entre 12 e 24 meses. A companhia diz que os rendimentos chegaram a 400% do CDI no passado. O CDI é uma taxa que acompanha de perto a Selic, juro básico da economia brasileira.

De acordo com a empresa, os recursos do aluguel e da revenda do produto ao final do contrato são usados para remunerar os investidores. O instrumento financeiro é chamado de Cédula de Crédito Bancário (CCB) e é regulamentado pelo Banco Central. Como explica o Valor Investe , o Allugator é uma fintech parceira, que atua como correspondente bancário, entram como intermediários do empréstimo.

A empresa diz que não teve casos de inadimplência até agora e que usa um processo de score antes de aprovar o aluguel dos aparelhos, o que reduz em 99,7% as chances de fraude e prejuízo.

Você viu?

Em seu site, a Allugator oferece vários modelos de iPhone, além de consoles, notebooks e fones. O aluguel de um iPhone 12 de 64 GB sai por R$ 2.918,60 ao ano, que podem ser parcelados em até três vezes sem juros ou 12 com juros. No varejo, um aparelho novo sai por cerca de R$ 5 mil.

Peer to peer lending tem risco e retorno maiores

A Allugator Invest se apresenta como uma alternativa à renda fixa tradicional. Renda fixa é o nome dado às aplicações nas quais o investidor sabe qual será a taxa usada para calcular seu rendimento e quando a remuneração será paga.

A empresa entra no contexto do peer to peer lending, em que pessoas emprestam dinheiro para outras pessoas -- não por acaso os lotes de iPhones também estão disponíveis para investimento nas plataformas Mutual e Ulend, dedicadas a esse tipo de operação, além da própria Allugator Invest.

O peer to peer lending oferece rendimentos muito acima das taxas de juros básicas da economia. A Selic chegou a ficar em 2% ao ano durante o início da pandemia, mas vem subindo: atualmente, está em 5,25% ao ano, e as projeções de mercado preveem 7,5% no fim do ano. 

Porém, vale lembrar que os riscos de calote em operações desse tipo também são muito maiores do que investir no CDB de um banco, por exemplo. Risco e retorno quase sempre andam juntos no mercado financeiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários