Anúncio foi feito nesta quarta-feira, em coletiva no Palácio dos Bandeirantes
Reprodução
Anúncio foi feito nesta quarta-feira, em coletiva no Palácio dos Bandeirantes

O Governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (28) a ampliação do horário de funcionamento do comércio no estado e o aumento da taxa de ocupação dos estabelecimentos. A medida, segundo o Palácio dos Bandeirantes, se deve ao alto índice de imunização registrada no estado e os baixos números de leitos de UTI's em ocupação. 

A partir de 1º de agosto, estabelecimentos comerciais poderão funcionar entre 6h e meia-noite. Antes, os estabelecimentos poderiam manter as portas abertas até às 23h. 

Já a taxa de ocupação passará de 60% para 80% a partir de domingo (01), data em que será prorrogado a fase de transição do Plano SP de combate a Covid-19. 

"Do dia 1º de agosto ao dia 16 de agosto passando pela próxima etapa com 75% da população vacinada em primeira dose e a partir do dia 17 estaremos dando o próximo passo da retomada segura com toda a população adulta com acesso à primeira dose da vacina", afirmou a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen. 

"Os protocolos se mantém, uso de máscaras e se mantém, o distanciamento de pelo menos um metro, protocolos de higiene e limpeza para garantia da proteção de todos os que estão frequentando os diferentes espaços.", concluiu. 

Você viu?

O Palácio dos Bandeirantes também anunciou o fim da restrição de circulação entre meia-noite e 5h da manhã. 

Veja os novos horários do comércio 

  • Atividades comerciais: 6h às 0h com 80% da capacidade
  • Atividades religiosas: Autorizadas com 80% da capacidade e distanciamento entre os fiéis
  • Bares e Restaurantes: Consumo local das 6h às 0h com 80% da capacidade e distanciamento entre as mesas
  • Salões de beleza e barbearia: Atendimento local das 6h às 0h
  • Atividades culturais e esportivas: Atendimento local das 6h às 0h

Retomada Segura

Em coletiva, Doria também anunciou o fim das restrições de ocupação e horário no comércio, bares e restaurantes a partir do dia 17 de agosto. Com isso, estabelecimentos poderão funcionar 24 horas, mas precisam respeitar o distanciamento social e uso de máscaras. 

A medida passará a valer um dia após o fim da aplicação da primeira dose da vacina contra à Covid-19 na população adulta. Nesta quarta-feira (28), o governo de São Paulo antecipou o calendário de vacinação em quatro dias, ou seja, a imunização adulta se encerra em 16 de agosto. 

“Continuamos passo a passo, de forma segura, flexibilizando e voltando ao normal. A vida está voltando ao normal no estado. São Paulo teve uma queda substancial de casos, internações e, felizmente, de óbitos, porque aqui seguimos protocolos de saúde e a orientação da medicina”, afirmou Doria.

"A lembrança da manutenção dos protocolos de saúde é especialmente importante porque talvez tenha sido um ponto que levou alguns lugares do mundo desenvolvidos a terem problemas. Atingir um certo nível de vacinação e abdicar precocemente dos protocolos. Esse é o diferencial muito importante do estado de São Paulo, que exige novamente uma colaboração da população para que os protocolos de distanciamento e higiene sejam mantidos", completou Patrícia Ellen. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários