Tragédia aconteceu em 2019 e deixou 131 trabalhadores da Vale mortos
Reprodução: iG Minas Gerais
Tragédia aconteceu em 2019 e deixou 131 trabalhadores da Vale mortos

Sindicato Metabase Brumadinho recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) para aumentar a indenização paga pela Vale para R$ 3 milhões à cada trabalhador morto no estouro da barragem da mineradora em janeiro de 2019 . Ao todo, 131 funcionários morreram na tragédia. 

Segundo o sindicato, o valor é "bastante razoável" perto o lucro líquido da mineradora obtido em 2020. Na época, a Vale embolsou R$ 26,7 bilhões, voltando a pagar dividendos aos acionistas. 

Em junho, a 5ª Vara do Tribunal do Trabalho condenou a mineradora a pagar R$ 1 milhão de indenização por danos morais para cada trabalhador morto pelo estouro da barragem. Os valores seriam destinados apenas para os trabalhadores mortos, por meio de espólios e herdeiros das vítimas

O caso ainda está sendo analisado e não tem prazo para definição dos valores de indenização. No entanto, a Vale poderá, após o acórdão do TRT, recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários