O empresário Junior Durski, dono das redes de restaurante Madero
Reprodução/Instagram
O empresário Junior Durski, dono das redes de restaurante Madero

O dono da rede de restaurantes Madero , Jurior Durski, fez duras críticas à CPI da Covid-19 . O empresário comentou em uma postagem na rede social de Luciano Hang, dono da Havan , atacando os senadores. Hang foi chamado para depor no Senado. 

"Vai lá, guerreiro, e mostre para aqueles sete palhaços como se faz para ajudar o Brasil. Eles, exceto roubalheira, nunca fizeram nada na raça e na legalidade, nunca ganharam nada! Tamo junto", comentou Durski. 

A alcunha de "palhaços" não é nova. Ontem, os senadores Marco Rogério e Omar Aziz discutiram após a mesma ofensa ter sido proferida

"Está vendo? Essa é a CPI do circo", disse o parlamentar da base aliada do presidente Bolsonaro. Aziz rebateu: "É do circo, é. E vossa excelência é o maior palhaço que tem aqui". Na tréplica, Marcos Rogério disse que Aziz é "o chefe do circo."

Você viu?

Em março do ano passado, Durski, que faz parte do grupo de empresários aliados ao presidente Jair Bolsonaro, se notabilizou após publicar um vídeo atacando as medidas de isolamento social e a quarentena. "Não podemos [parar] por conta de 5 ou 7 mil pessoas que vão morrer. Eu sei que é muito grave, sei que isso é um problema, mas muito mais grave é o que já acontece no Brasil", afirmou ele.

A rede de restaurantes prepara IPO (initial public offering), ou seja, irá emitir ações na bolsa de valores brasileira, a B3 . O anúncio foi feito em meio à dúvidas sobre a saúde financeira da empresa. Junior Durski afirmou que não tem caixa o bastante para pagar as dívidas dos restaurantes. 

No balanço do primeiro trimestre de 2021, aponta "dúvidas substanciais sobre a capacidade da companhia de continuar em funcionamento dentro de um ano após a data em que essas demonstrações financeiras consolidadas foram emitidas". 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários