Previdência Social
Max Leone
Previdência Social

O Ministério da Economia informou que realizará uma revisão em mais de 170 mil benefícios do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Serão atingidos pelo pente-fino os recebedores do auxílio por incapacidade temporária , o antigo auxílio-doença. 

As convocações dos segurados acontecerão nas Agências da Previdência Social  para reavaliação da incapacidade pela Perícia Médica Federal . O objetivo é "evitar que os cofres da Previdência sejam onerados pelo pagamento indevido desses benefícios", informou o Ministério da Economia ao G1.

Os alertas começam a ser enviados no início da próxima semana. Serão enviadas cartas simples via postal para o endereço cadastrado no INSS além de convocações feitas por meio da rede bancária. 

De acordo com o governo, o segurado que receber a notificação deverá solicitar, em até 30 dias após a convocação, o agendamento da perícia médica revisional no site do INSS no botão “Agende sua Perícia Médica” ou pela Central 135. Quem não fizer o agendamento terá o benefício suspenso.

Segundo o G1, o Ministério da Economia informou, ainda, que das 724 agências da Previdência que possuem serviço de perícia médica, 619 estão funcionando e 2.549 peritos médicos estão com as agendas abertas para atendimento.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários