Marca atingida pela rede social é inédita nos Estados Unidos
Screenshot/Facebook
Marca atingida pela rede social é inédita nos Estados Unidos

Um juiz federal dos Estados Unidos indeferiu um processo antitruste da Comissão Federal de Comércio norte-americana (FTC, na sigla em inglês) contra o Facebook nesta segunda-feira (28), tratando de um grande revés para o impulso do governo para quebrar a gigante de mídia social.

"A queixa apresentada pela Comissão em dezembro não forneceu fatos suficientes para sustentar as alegações de que o Facebook detinha o monopólio das redes sociais", escreveu o juiz James E. Boasberg, do Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito de Colúmbia, em parecer de 53 páginas.

Boasberg disse que o caso não foi encerrado, mas que uma nova reclamação deveria ser apresentada até 29 de julho.

Você viu?

Recorde

Com isso, as ações do Facebook dispararam 4,2% na Nasdaq, a Bolsa de tecnologia de Nova York, permitindo ao Facebook ultrapassar pela primeira vez a marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado. Com isso, o Facebook se tornou a big tech que atingiu essa marca mais rápidamente.

As ações avançaram 30% só neste ano, em meio ao aumento da confiança do público nos aplicativos do Facebook para manter contato com amigos e empresas durante a pandemia Covid-19.

O movimento levou a empresa a um crescimento constante de usuários e forte demanda por anúncios digitais, mesmo depois de ter passado por muitas críticas e boicotes por falhas em mecanismos para coibir discursos de ódio na plataforma.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários