Policia Federal deflagra operação contra fraudes na Saúde em Sergipe
Agência Brasil
Policia Federal deflagra operação contra fraudes na Saúde em Sergipe

A Polícia Federal (PF) realiza uma operação para investigar o desvio de R$ 4,16 milhões por meio de contratos sem licitação , pela  Secretaria da Saúde de Sergipe (SES). Ao todo, estão sendo cumpridos 20 mandados de busca e apreensão nos municípios sergipanos de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Propriá, além de São Paulo (SP).

A operação  ' Transparência ' conta com 72 policiais federais e seis auditores da Controladoria-Geral da União (CGU/SE).

A investigação da PF apontou compras de máscaras cirúrgicas descartáveis, locação de containers e fornecimento de alimentação parenteral para pacientes das unidades hospitalares do estado, de acordo com informações do G1. Cinco empresas estão inclusas na investigação.

A suspeita é de que as contratações foram realizadas com a ausência de fundamentação para a aquisição dos itens, falta de competitividade, superdimensionamento do objeto contratado e sobre preço.

Parte da verba era do governo federal para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. O Fundo Estadual de Saúde de Sergipe recebeu mais de R$ 500 milhões da União para custear serviços públicos de saúde, incluindo cerca de R$ 150 milhões destinados especificamente à prevenção e combate à Covid-19.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde afirma estar colaborando com as investigações da Policia Federal. A pasta ainda assegurou a transparência e legalidade nas aplicações dos recursos públicos utilizados no combate a pandemia da Covid-19 no estado.


"A SES destaca ainda a importância da fiscalização constante das ações e recursos públicos e ressalta que Sergipe é o 1º estado no Nordeste e o 6º estado mais transparente do Brasil, com nível Alto de desempenho, segundo o ranking do Índice de transparência da Covid-19, divulgado pela ONG Open Knowledge Brasil", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários