Abin produziu relatório sobre fortuna de Lucinao Hang, dono da Havan
Divulgação
Abin produziu relatório sobre fortuna de Lucinao Hang, dono da Havan

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) produziu um relatório sobre inconsistências na fortuna de Luciano Hang , dono da rede de lojas Havan . O documento, feito em julho do ano passado, tem 15 páginas e serviu para alertar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de quem o empresário é apoiador, sobre riscos da proximidade dele para o governo. As informações foram publicadas pelo UOL

Segundo o portal de notícias, o documento foi enviado para a Casa Civil, ao alto comando do Exército e a um senador da CPI da Covid, que disse haver um "movimento de cautela" em relação a empresários apoiadores que podem trazer problemas a Bolsonaro. Hang tem sido acusado de financiamento de fake news durante as eleições presidenciais de 2018. 

Ainda de acordo com o site, o empresário aparece como um personagem que, a partir de 1997, passou a ter "negócios com lisura questionável". A Havan nega a existência do relatório e diz se tratar de fake news.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários