Prevent Senior é uma das empresas notificadas pelo Idec
Divulgação
Prevent Senior é uma das empresas notificadas pelo Idec

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) notificou as operadoras de plano de saúde Hapvida e Prevent Senior por imporem a prescrição de cloroquina e hidroxicloroquina como"tratamento precoce" para a Covid-19. O uso dos medicamentos no combate à doença é comprovadamente ineficaz e autoridades internacionais afirmam que não existe tratamento precoce para à Covid. 

De acordo com o Idec, a Hapvida teria pressionado médicos credenciados a receitarem os medicamentos em pelo menos quatro estados: Pernambuco, Pará, Goiás e Ceará. A empresa já foi multada em R$ 468 mil pelo Ministério Público cearense após constatação de indicação de medicamentos sem eficácia comprovada. 

A entidade aponta ainda a participação da Prevent Senior na indicação de cloroquina e hidroxicloroquina para pacientes. O Idec reiterou uma notificação enviada em 2020, em que questiona a prescrição dos remédios. Na época, a operadora afirmou respeitar o princípio da autonomia médica e colher consentimento dos usuários. A Polícia Civil de São Paulo e Ministério Público investigam a distribuição do "kit Covid" antes mesmo do diagnóstico positivo para a doença

O instituto solicitou a alteração nos protocolos contra a Covid-19 nas empresas, apresente explicações para consumidores em portais, jornais de grande circulação e outros meios de comunicação, e cessem a pressão sobre médicos credenciados para a prescrição de medicamentos ineficazes contra a doença. 

As operadoras devem responder à notificação e prestar esclarecimentos ao Idec em até 15 dias. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários