Concessionária de transporte ferroviário do Rio de Janeiro
Divulgação
Concessionária de transporte ferroviário do Rio de Janeiro

A Supervia , companhia de trens urbanos da região metropolitana do Rio, pediu recuperação judicial hoje ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ). A informação foi antecipada pelo jornal Valor Econômico e confirmada pelo GLOBO com pessoas familiarizadas com o assunto.

A concessionária acumula dívidas de R$ 1,2 bilhão , tendo como principais credores o BNDES e a Light, distribuidora de energia. A empresa também deve a portadores de debêntures de infraestrutura. A ação foi direcionada por sorteio para a 2ª Vara Empresarial do Rio.

Você viu?

A Supervia, que já foi administrada pela Odebrecht, é controlada atualmente pela Gumi Brasil, subsidiária de um consórcio liderado pela japonesa Mitsui.

A concessionária vive em crise há mais de uma década e teve as dificuldades financeiras agravadas por uma queda de 50% na movimentação de passageiros durante a pandemia, segundo estimativas da empresa citadas pelo Valor.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários