Defesa de Flávio Bolsonaro pede investigação à Receita Federal
Reprodução: iG Minas Gerais
Defesa de Flávio Bolsonaro pede investigação à Receita Federal

A Receita Federal gastou R$ 490,5 mil em apuração para saber eventuais acessos a dados fiscais de Flávio Bolsonaro , de acordo com o colunista do Metrópoles, Guilherme Amado . A investigação partiu da defesa do senador. 

A apuração realizada pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) tinha o objetivo de levantar informações sobre os acessos indevidos de 2015 a setembro de 2020.

A defesa pediu a investigação porque considerou que os acessos poderiam ser usados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) na produção de relatórios do caso Queiroz. Se a denúncia for comprovada, o caso pode ser anulado. 

A solicitação dos valores foi realizada pela coluna, por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI) .


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários