Em live semanal presidente criticou a hidrelétrica de Belo Monte
Reprodução/Youtube
Em live semanal presidente criticou a hidrelétrica de Belo Monte

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na sua live semanal no YouTube que os gastos para construção da Hidrelétrica de Belo Monte , na Bacia do Xingu (PA), foi "dinheiro jogado fora". 

"Se faz a fio d’água por questão ambiental. Acho que cada ambientalista tinha de ter um relógio [de energia] específico para ser desligado por satélite porque é contra fazer uma hidrelétrica decente em Belo Monte", disse o presidente sobre a hidrelétrica inaugurada em 2016. 

As usinas a fio d'água são famosas por gerar o mesmo aporte de energia, mas com menos impacto ambiental, por não precisar de represamento. 

"Se roubou muito lá também. Onde está o PT tem roubo, tá ?", atacou Bolsonaro.

Você viu?

As declarações foram dadas em meio às explicações sobre a crise hídrica provocada pela falta de chuvas que promete manter a bandeira vermelha nas contas de luz para o mês que vem. 

"A gente vai ter de tomar uma série de providências. De certa forma vamos restringir a navegação em algumas hidrovias porque vai ser necessário em algum momento poupar água", afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

Ao contrário de Belo Monte, Bolsonaro elogiou as hidrelétricas construídas durante a ditadura militar. "Emílio Garrastazu Médici, Geisel e Figueiredo, que construíram Itaipu e uma série de usinas hidrelétricas em nosso País" foram "os melhores presidentes que o Brasil já teve", dizze ele à Câmara em 2009. Em 2016, Bolsonaro voltou a reforçar sobre Itaipu: "Com a construção dessa usina, uma das maiores do mundo, nenhum militar ficou rico. Nenhum Ministro, nenhum Secretário, ninguém ficou rico."


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários