Arrecadação federal bate recorde em abril
Reprodução: iG Minas Gerais
Arrecadação federal bate recorde em abril

Mesmo com o recrudescimento da pandemia, a arrecadação federal voltou a bater recorde em abril.

De acordo com a Receita Federal , a arrecadação de impostos e contribuições federais no mês passado somou R$ 156,822 bilhões , um aumento real de 45,22% na comparação com o mesmo mês de 2020, já descontada a inflação. Em abril de 2020, o resultado obtido foi muito aquém do esperado porque foi o primeiro mês a sofrer os efeitos diretos da pandemia da Covid-19, por causa das primeiras medidas de restrição de mobilidade e lockdowns.

No primeiro quadrimestre do ano, a arrecadação total somou R$ 602,722 bilhões, um avanço de 13,62% em relação ao ano anterior, já descontada a inflação.

Esse é o melhor desempenho para o mês e para o quadrimestre desde 2000, de acordo com o Fisco.


De acordo com a Receita, o resultado positivo para o mês é explicado, principalmente, pelos fatores não recorrentes como o recolhimento de R$ 12 bilhões do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) no primeiro quadrimestre e o aumento das compensações em abril.

O desempenho vem na esteira de um primeiro trimestre forte, em que o acumulado somava R$ 445,900 bilhões , o que indica um aumento real de 5,64% em relação ao mesmo período do ano anterior.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários