Guedes deve comparecer à comissão no dia 1 de junho
Lorena Amaro
Guedes deve comparecer à comissão no dia 1 de junho

O ministro da Economia, Paulo Guedes, deve ir à Câmara dos Deputados prestar esclarecimentos sobre o corte de verbas na educação no Orçamento 2021 . O convite foi aprovado pela Comissão Permanente de Educação e a reunião deve ser realizada no dia 1° de junho. No entanto, Guedes não será obrigado a comparecer.

A comissão quer entender os motivos do corte dos valores destinados às universidades federais na Lei Orçamentária Anual, que lista todos os gastos da União para o ano vigente. O texto prevê redução de ao menos R$ 1 bilhão em gastos em educação, o que prejudica os trabalhos das universidades públicas.

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) foi a mais impactada com a redução das verbas . Na última semana, a reitora da unidade, Denise Pires de Carvalho, afirmou que universidade tem dinheiro para manter as operações só até julho . Situação parecida pode ser encontrada nas universidades da Bahia e de Brasília.

Nos bastidores, há a expectativa para o comparecimento de Paulo Guedes à comissão. O ministro poderá entregar documentações que comprovam os motivos para a redução dos valores.

A comissão também possui um requerimento para a convocação do ministro da Educação, Milton Ribeiro , mas ainda não foi aprovado pelos integrantes.

Lei Orçamentária

Motivo de entraves e polêmicas entre o Congresso Nacional e o Ministério da Economia, o Orçamento de 2021 apresentou uma redução dos gastos obrigatórios da União e liberou verbas para despesas discricionárias e aumentou os valores destinados às emendas parlamentares. A educação e previdência foram os mais impactados com a decisão do Congresso, mas negociações reverteram parte das despesas retiradas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários