Novas medidas do INSS prometem acelerar fila de requerimentos
Estefan Radovicz
Novas medidas do INSS prometem acelerar fila de requerimentos


Aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que precisam de ajuda para fazer as atividades do dia a dia podem receber até 25% a mais na sua aposentadoria enviada pela Previdência Social .

Para comprovar a aposentadoria por invalidez , é preciso mostrar a dependência de uma outra pessoa para ajudar no desempenho de funções básicas se quiserem receber o valor extra.



Esta modalidade passou a ser reconhecida como benefício desde a Reforma da Previdência de 2019. Ela é concedida aos segurados incapacitados para o trabalho permanentemente ou até a comprovação de uma reabilitação profissional. Para garantir o recebimento, é preciso passar pela avaliação dos peritos médicos do Instituto.

A perícia pode ser agendada pelo site do INSS, pelo aplicativo ‘Meu INSS‘, ou pelo telefone 135. É preciso levar os documentos pessoais, laudos médicos ou relatórios que comprovem a invalidez e necessidade da ajuda de uma outra pessoa para as atividades diárias.

Caso o Instituto recuse o pedido e o beneficiário não receba o adicional de 25% que teria direito, é possível recorrer à Justiça para tentar reverter a decisão administrativa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários