Lee Kun-hee, era o homem mais rico da Coreia do Sul
Reprodução Istoé
Lee Kun-hee, era o homem mais rico da Coreia do Sul

Os herdeiros da Samsung assumiram uma dívida de US$ 10,8 bilhões, equivalente a R$ 58 bilhões , após a morte do pai. Com isso, anunciaram nesta quarta-feira (28) que doarão obras de arte de artistas renomados como Pablo Picasso, Claude Monet, Juan Miró e Salvador Dali. 

A Samsung explicou que doará 23.000 obras da coleção, incluindo 14 peças registradas na lista de Tesouros Nacionais, que serão exibidas no Museu Nacional da Coreia.

A dívida foi obtida após a morte do pai, Lee Kun-hee, que liderou o crescimento da maior empresa sul-coreana. A sorte dos herdeiros é que ele deixou um patrimônio avaliado em 22 trilhões de wons (R$ 107.657 bilhões). A herança, no entento, sofrerá taxação pela legislação do país.

O governo reterá "aproximadamente 12 trilhões de wons em impostos relacionados à herança, o que é mais da metade do valor do patrimônio total do falecido presidente", afirmou a Samsung em um comunicado. 

Você viu?

“Este pagamento do imposto sobre herança é um dos maiores já feitos na Coreia e no mundo”, acrescenta o grupo, ao explicar que família Lee vai pagar em seis prestações a partir deste mês.





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários