Incêndio Amazônia
Bruno Kelly/Amazônia Real
Incêndio Amazônia


O governo federal destinou R$ 65,6 milhões para a defesa do meio ambiente para todo o ano de 2021, informou o diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente ( IFI ), Felipe Salto. Em suas redes sociais, o economista destacou que o valor é praticamentecorresponde a 20% dos R$ 340,6 milhões que foram desembolsados em 2020

Veja:



O montante do ano passado leva em conta o controle e fiscalização ambiental , a prevenção, fiscalização, controle e combate ao desmatamento ; e fiscalização ambiental e prevenção e combate a incêndios florestais .

Leia também

O cálculo considera não só o que foi pago em despesas que constavam do orçamento de 2020, como também os restos a pagar de anos anteriores que foram quitados no período.

Você viu?

De janeiro a abril de 2021, o governo gastou R$ 19,6 milhões em ações de  proteção florestal - 29,8% da verba anual. 

Histórico

Em 2020 , o número de focos de queimadas no país subiu 12,73% na comparação com 2019, segundo dados do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

No total, o Brasil registrou 222.798 focos em 2020 , ante 197.632 no ano anterior. Isso representa o maior número de focos em uma década.

Na Cúpula do Clima de 2021, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), emitiu informações falsas para líderes mundiais sobre os recursos destinados a fiscalização ambiental e contariou uma de suas promessas de campanha.

Em 2018, Bolsonaro havia enfatizado que deixaria o Acordo de Paris caso fosse o vencedor das eleições presidenciais. Na Cúpula do Clima, porém, ressaltou que pretende cumprir as metas estabelecidas.

Segundo Bolsonaro, o governo federal determinou a "duplicação dos recursos destinados às ações de fiscalização". Porém, um ofício do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) - órgão ligado ao Ministério do Meio Ambiente - atesta graves restrições financeiras da pasta para realizar a conservação das áreas ambientais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários