Pedido de explicações foi feito pelo deputado Kim Kataguiri (DEM-SP)
Reprodução: iG Minas Gerais
Pedido de explicações foi feito pelo deputado Kim Kataguiri (DEM-SP)

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) protocolou um pedido junto à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara para que Wagner Rosário, da Controladoria Geral da União (CGU), explique até esta terça-feira (20) os gastos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas férias. 

Bolsonaro gastou cerca de R$ 1,2 milhão com o cartão corporativo do governo federal, R$ 1,05 milhão bancaram combustível e manutenção de aeronaves, e R$ 202 mil diárias da equipe de segurança presidencial. Totalizando R$ 2,4 milhões em 16 dias, de 18 de dezembro de 2020 a 5 de janeiro de 2021. 

O deputado quer saber a justificativa para essas despesas, principalmente num contexto de pandemia, e após o presidente declarar que o país estava "quebrado" . Bolsonaro chegou a declarar para apoiadores que gastaria ainda mais .

Para Kim Kataguiri, o gasto é "ostentação" da parte do presidente em meio ao cenário de crise sanitária e econômica vivida pelo país.

"Em ocasião de acentuada calamidade pública resultante da pandemia causada pelo Coronavírus, é ultrajante a toda população que a figura máxima do poder Executivo esteja dando passeios enquanto reduz o auxílio [emergencial] e deixa faltar comida na mesa de milhões de brasileiros afetados frontalmente pelo lamentável estado de descontrole da saúde pública e da economia em nosso país", descreve no requerimento.

Você viu?

O presidente foi até Guarujá (SP) e São Francisco do Sul (SC), quebrou protocolos sanitários e provocou aglomerações. 





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários