A dupla de empresários foi entrevistada na live do Brasil Econômico de 31 de março
Brasil Econômico / Guilherme Naldis
A dupla de empresários foi entrevistada na live do Brasil Econômico de 31 de março

Os empreendedores  Carlos Wizard e Ricardo Bellino  comungam do mesmo conceito, de que tempo é sinônimo de dinheiro. Com frequência são convidados para dar mentorias para grupos corporativos, que pagam valores entre R$100 mil e R$150 mil por evento. Baseado nessa premissa, esse time de elite, formaram o fundo Mentor S/A , que irá investir um total de 50 milhões de reais em recursos financeiros e em tempo de mentoria para fomentar a expansão de empresas existentes ou startups.

O projeto nasceu quando Ricardo Bellino , que reside atualmente em Portugal, ligou para Carlos Wizard lhe convidando para fazer uma live sobre empreendedorismo. Ao término, os empresários decidiram fazer uma sequência de 10 lives pelas redes sociais. Motivados pelo resultado da experiência, eles lançaram um programa diário sobre gestão, negócios e investimentos com duração de um ano. 

O próximo passo foi criar um grupo de mentores, formado por empresários, dispostos a compartilhar técnicas de gestão e recursos financeiros com novos empreendedores. A ideia, que chama atenção pela inovação e ousadia, atraiu um grupo de empresários que facilmente poderia ser chamado de “Clube dos Bilionários”. Juntos os participantes do fundo de mentoria, somam um patrimônio superior a 10 bilhões de reais. 

A escalação do time de mentores de alta performance inclui, além do próprio Carlos Wizard e Ricardo Bellino, nomes de peso como: Janguie Diniz, Caito Maia, Chaim Zaher, Antonio Carbonari Neto, João Kepler, Pablo Marçal, Edu Lyra, João Mendes, Rachel Maia, Nathalia Arcuri e Carol Paifer.

“Percebemos que podemos contribuir não apenas com nosso capital intelectual, mas também com recursos para acelerar o crescimento de negócios promissores”, disse Wizard.

Você viu?

Os mentores em vez de serem remunerados em dinheiro, irão receber participação nos negócios mentorados. As participações serão definidas, caso a caso, dependendo do estágio em que se encontra cada negócio e o volume de recursos e mentoria a serem investidos na sua expansão.

Serão selecionados 20 projetos, sendo 10 empresas já em operação com potencial de crescimento e 10 startups em estágio inicial. Além de contar com a bagagem de conhecimento dos mentores que compõe o fundo, os empresários selecionados receberão 300 horas de aulas, ao vivo, ministradas por Carlos Wizard e Ricardo Bellino, diariamente ao longo de um ano.

“Queremos auxiliar o empreendedor a multiplicar 10 vezes o valor de sua companhia. Faremos isso no espaço de tempo mais breve possível”, afirma Wizard.

“Sem sombra de dúvidas, a Mentor S/A é a maior entrega de um programa de formação de empreendedores de alto performance do país” conclui Bellino.

Os candidatos interessados em receber recursos e mentoria do pool de empresários devem se inscrever pelo site www.mentorsa.com.br

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários