Shopping Cidade São Paulo na Avenida Paulista
Rovena Rosa/Agência Brasil
Shopping Cidade São Paulo na Avenida Paulista


O estado de São Paulo retorna à fase vermelha do Plano São Paulo de controle e retomada econômica nesta segunda-feira (12), e permanecerá na etapa até o dia 18. Com a mudança, algumas restrições serão flexibilizadas, embora a maioria dos serviços presenciais continuem proibidos.

Segundo o anúncio da gestão no último dia 9, atividades esportivas passam a ser liberadas; lojas de material de construção poderão reabrir, e restaurantes e e lojas poderão funcionar no modelo de retirada de alimentos e produtos.

"Nós tivemos ao longo dessas últimas semanas avanços importantes na contenção da pandemia no estado de São Paulo, através de algumas estratégias como a vacinação, na abertura de leitos, só nesses últimos 3 meses, mais de 6 mil leitos de UTI foram abertos e as medidas de distanciamento e isolamento social, com o apoio da população, temos tido um resultado concreto", justificou Rodrigo Garcia, vice-governador de São Paulo.

Você viu?

Veja o que abre e fecha

Fase vermelha
Foto: Reprodução/Governo de SP
Fase vermelha



A fase emergencial começou no estado no dia 15 de março, dias depois de ser decretada a fase vermelha porque houve piora nos números de casos, óbitos e risco de colapso no sistema de saúde por lotação de enfermarias e UTIs.

O que continua proibido na fase vermelha do Plano São Paulo:

  • Teatros
  • Shoppings
  • Lojas de rua
  • Concessionárias
  • Escritórios
  • Parques
  • Clubes
  • Academias
  • Igrejas e atividades religiosas
  • Salões de beleza
  • Cinemas

O que pode funcionar

  • Farmácias e serviços de saúde;
  • Mercados e estabelecimentos de venda de comida - sem consumo no local
  • Escolas (35% da ocupação) e universidades
  • Serviços de segurança pública e privada
  • Construção civil e lavanderias
  • Serviços de locação de automóveis


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários