Ilustração feita pela campanha
Reprodução/ Women on 20s
Ilustração feita pela campanha "Women on 20s" com o rosto da ativista Harriet Tubman em 2015

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden , retomou um projeto criado por Barack Obama , em 2016, para mudar a estampa da nota de US$ 20 . A nota, uma das mais usadas na América, passaria a estampar o rosto de  Harriet Tubman (1822-1913), no lugar de Andrew Jackson, que está desde 1928 no papel. 

A escolhida foi uma ativista do direito dos escravos e do voto feminino. Nascida escravizada, ela lutou como espiã na Guerra Civil americana, ajudando a libertar os negros escravizados no sul do país e os ajudava a cruzar o país em direção ao norte. Ela também foi a única mulher a liderar homens em um combate durante a guerra.

Após o fim do conflito, se mudou para Nova York, e se tornou ativista dos direitos humanos, lutando por igualdade racial e de gênero. 

Trump ignorou o projeto durante os 4 anos que esteve na Casa Branca. Admirador de Andrew Jackson,  tinha um quadro do 7º presidente dos EUA pendurado no Salão Oval durante a sua gestão.

Sobre o projeto de Obama, ele chegou a afirmar que se travava de algo “puramente politicamente correto” e, de maneira pejorativa, sugeriu que Tubman fosse retratada na nota de US$ 2, que quase não circula mais. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários