PS4 e PS5 não serão afetados
Felipe Ventura
PS4 e PS5 não serão afetados

A Sony anunciou que ainda este mês deixará de vender no Brasil produtos de TV, aparelhos de áudio e câmeras. Outras linhas da empresa, como o PS4 e PS5, não serão afetadas. A fábrica da empresa em Manaus foi vendida para a Mondial. 

A interrupção afeta as seguintes categorias de eletrônicos da Sony no Brasil:

  • televisores de todas as linhas, com ou sem Android TV
  • home theater e soundbars
  • fones de ouvido como o WH-1000XM4 (exceto headsets para PlayStation)
  • caixas de som Bluetooth sem fio
  • mini systems
  • câmeras de lentes intercambiáveis (linha Alpha)
  • lentes
  • câmeras compactas
  • filmadoras para consumidores


Como fica o consumidor?


O Procon-SP disse que notificará a empresa para que ela esclareça como pretende garantir assistência e peças de reposição aos clientes. A Sony garante que manterá o pós-venda e suporte de reparo "pelo tempo necessário, estando em conformidade com os regulamentos e requisitos locais de proteção aos consumidores... e de garantia de produtos".

A empresa continuará mantendo escritório de representação no Brasil, para responder eventuais processos movidos contra a companhia. É preferível, no entanto, antes de qualquer ação judicial, tentar contato com as linhas de suporte técnico. 

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, a empresa que encerrar a importação ou fabricação de um produto precisa garantir a oferta de componentes e peças de reposição "por período razoável de tempo". Na prática, o que deve acontecer é que ficará mais difícil encontrar peças de reposição daqui a 12 meses, período que se encerra a garantia dos produtos vendidos neste mês.

Em caso de não cumprimento satisfatório do atendimento, a Sony pode ser multada em até R$ 10,2 milhões por danos coletivos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários