Brasil Econômico

Preferencial PETR4 fechou o dia com queda de 6,6%, enquanto a ordinária PETR3 encerrou a sexta-feira com baixa de quase 8%
Alexandre Cassiano/Agência O Globo
Preferencial PETR4 fechou o dia com queda de 6,6%, enquanto a ordinária PETR3 encerrou a sexta-feira com baixa de quase 8%

Declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fizeram as ações da Petrobras desvalorizarem na última sexta-feira (19), em um dia volátil para a Bolsa de Valores. Na noite anterior, Bolsonaro sugeriu que ‘alguma coisa iria acontecer com a Petrobras nos próximos dias’. O mercado financeiro recebeu a notícia com temor.

Logo na abertura do pregão, as duas ações da Petrobras negociadas no Índice Bovespa – PETR3 e PETR4 – registraram queda acentuada. A preferencial PETR4 fechou o dia com queda de 6,6%, enquanto a ordinária PETR3 encerrou a sexta-feira com baixa de quase 8%.

A queda nas ações da Petrobras não teve influência vertiginosa no pregão, que encerrou a sexta-feira em 118.430,53 após começar o dia em 119.227,52 –  queda de 0,64%. A ação do Grupo B2W Digital (BTOW3), proprietário das lojas Submarino, Shoptime e Americanas.com, teve a maior alta do dia, subindo 6,8%.

Novo presidente

Na sexta-feira, Jair Bolsonaro anunciou o novo presidente da Petrobras , o general Joaquim Silva e Luna . Ele substituirá Roberto Castello Branco, que ocupa a presidência da estatal desde 2018. A troca já era esperada devido, entre outros motivos, à política de preço dos combustíveis.

Joaquim Silva e Luna é o atual diretor da hidroelétrica Itaipu Binacional. Ele ocupou o cargo em 2018 logo após a posse do presidente Bolsonaro . "O governo decidiu indicar o senhor Joaquim Silva e Luna para cumprir uma nova missão, como conselheiro de administração e presidente da Petrobras, após o encerramento do ciclo, superior a dois anos, do atual presidente, senhor Roberto Castello Branco", diz a publicação do governo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários